Diversidade e Inclusão: Por que apenas abrir vagas afirmativas não adianta?

Diversidade e inclusão tem sido um tema muito debatido nos últimos anos. Isso é muito positivo! Porém a maioria das organizações ainda enfrenta dificuldades para atrair, reter e promover talentos diversos, principalmente quando falamos de cargos de liderança.

No fim das contas, como conseguimos efetivamente criar um time diverso em todos os níveis da organização?

Simplesmente abrir vagas afirmativas não é suficiente para promover uma verdadeira mudança. Precisamos discutir como construir um time diverso, a importância do apoio pós-contratação, o desafio do não-pertencimento, a necessidade de desenvolvimento constante e até mesmo o que os líderes também precisam aprender nessa jornada.

Sabemos que a diversidade traz inúmeros benefícios para as organizações, desde diferentes perspectivas até maior criatividade e inovação. No entanto, apenas abrir vagas afirmativas não é o bastante. É necessário criar um ambiente inclusivo onde todos se sintam valorizados e respeitados.

Ao longo deste artigo, vamos compartilhar dicas práticas e insights valiosos para ajudar a dar o próximo passo em sua jornada rumo à construção de equipes mais diversas e inclusivas. Assim, podemos criar um futuro mais igualitário e acolhedor para todos!

Como construir um time diverso?

Construir um time diverso é essencial para o sucesso de qualquer empresa. A diversidade traz diferentes perspectivas, experiências e habilidades para a equipe, o que pode levar a soluções inovadoras e criativas.

Buscar candidatos fora da "bolha"

É importante adotar uma abordagem inclusiva desde o processo de recrutamento. Isso significa buscar candidatos de diferentes origens, gêneros, etnias e habilidades. Além de, obviamente, criar um ambiente acolhedor e seguro para todos os membros da equipe, onde eles se sintam valorizados e respeitados.

Ter objetivos claros

Uma maneira eficaz de promover a diversidade em sua equipe é estabelecer metas claras e mensuráveis para aumentar a representação de grupos sub-representados. Isso pode incluir a implementação de programas de mentoria ou treinamentos específicos para ajudar no desenvolvimento desses profissionais.

Promover em toda empresa

Esse é um trabalho que precisa ser realizado em todas as esferas e incluindo todas as áreas da empresa. Lembre-se sempre de valorizar as diferenças individuais e promover uma cultura inclusiva em toda a organização.

É uma construção contínua!

Após a contratação de novos membros para a equipe, é fundamental oferecer um apoio contínuo e eficaz. Esse suporte pós-contratação é essencial para garantir que os novos colaboradores se sintam acolhidos e integrados ao time.

Programas de integração e treinamentos específicos, ministrados por pessoas que possuem experiência e letramento para a prática, são uma forma de construir um incentivo contínuo.

Além disso, é importante proporcionar um espaço seguro para essas pessoas, trabalhando o sentimento de pertencimento e não somente a inclusão, contribuindo para uma transição mais tranquila e produtiva. Isso não se resume apenas aos primeiros dias ou semanas do novo colaborador na empresa.

O desafio do não-pertencimento

Um dos maiores desafios enfrentados por profissionais em um ambiente de trabalho diverso é o sentimento de não-pertencimento. Quando fazemos parte de uma equipe com pessoas que têm experiências, origens e perspectivas diferentes das nossas, é natural nos sentirmos um pouco deslocados.

Afinal, estamos acostumados a conviver com pessoas que compartilham das mesmas ideias e valores que nós. No entanto, é importante lembrar que a diversidade traz inúmeros benefícios para as organizações e para o desenvolvimento pessoal de cada indivíduo.

Para superar esse desafio, é fundamental criar um ambiente inclusivo e acolhedor. Isso significa promover a igualdade de oportunidades, valorizar as diferenças e garantir que todos os membros da equipe se sintam respeitados e ouvidos.

Desenvolver a liderança é crucial!

O líder deve ser desenvolvido para não só lidar com um time diverso, mas incentivar o crescimento contínuo e coletivo. Isso inclui fornecer treinamentos e mentorias sobre como lidar com perfis diversos, como superar vieses inconscientes, como acolher diferentes perspectivas, e como desenvolver esses colaboradores.

Muitas vezes é necessário que o líder acompanhe mais de perto esses colaboradores, especialmente no início, transmitindo confiança e incentivando para que eles acreditem no seus potenciais.

O líder precisa aprender a criar um ambiente inclusivo onde todos se sintam valorizados e pertencentes. Isso envolve promover a igualdade de oportunidades, combater preconceitos e estereótipos, além de incentivar a participação ativa de todos nas decisões e projetos da empresa. E, preparando a liderança, o processo se torna ainda mais fácil!

Gostou do conteúdo? Assine nossa newsletter e acompanhe nosso blog para novidades!